-->

14 CPSP

TV APSP: Reinventar o trabalho em saúde

19 out
by apsp, posted in Notícias   |  No Comments

Veja na TV APSP reportagem sobre o último dia do 14º Congresso Paulista de Saúde Pública que teve como eixo “Reinventar o trabalho em saúde”.

 

TV APSP: Desmercantilizar o SUS. Veja reportagem do 14 CPSP

11 out
by apsp, posted in Notícias   |  No Comments

Veja reportagem da TV APSP sobre o primeiro dia do 14º Congresso Paulista de Saúde Pública. Nesse dia, o eixo foi “Desmercantilizar o SUS”. Áquilas Mendes (FSP USP), Emerson Merhy (UFRJ), Gastão Wagner (Unicamp e Presid. Abrasco) e Carlos Ocké (Ipea e Cebes) são alguns dos entrevistados. Congressistas também falaram à TV APSP. Confira o vídeo!

Manifesto de São Carlos

08 out
by apsp, posted in Notícias   |  No Comments

MANIFESTO DE SÃO CARLOS

PELA DEFESA RADICAL E INTRANSIGENTE DA DEMOCRACIA E DOS DIREITOS SOCIAIS NO BRASIL DO SÉCULO XXI

UMA CONTRIBUIÇÃO DO 14º CONGRESSO PAULISTA DE SAÚDE PÚBLICA PARA A 15ª CONFERÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE

Com mentes abertas e corações generosos para escutar, refletir, discordar, afirmar, enfim, para intercambiar ideias e buscar caminhos para a produção do comum, mais de 700 pessoas se reuniram em São Carlos, na UFSCAR, no estado de São Paulo, entre os dias 26 e 30 de setembro de 2015, para o 14º Congresso Paulista de Saúde Pública, com o lema “SAÚDE E PODER: RECONECTANDO CIDADÃOS E TRABALHADORES AO SUS” com três eixos de debate: (1) Desmercantilizar o SUS; (2) Produzir Coletivos e Cogestão; (3) Reinventar o Trabalho em Saúde.

Interagimos uns com os outros, falamos de poder e da falta de poder que impacta na produção social da saúde e nos obstáculos que impedem cidadãos e trabalhadores se sentirem parte integrante do SUS. Escutamos os ruídos e os sinais que vêm da rua!

Urge desmercantilizar o SUS. E apesar da crise do capital e do SUS acreditamos que lutas precisam ser intensificadas para que possa haver luz no fim do túnel!

Reafirmamos de maneira unânime que é na busca da ação coletiva, democrática e solidária que encontraremos saídas. Por isso, produzir coletivos e cogestão permeou o debate de como tod@s podem contribuir para a radicalização da democracia no Brasil e no mundo.

E se não reinventarmos o trabalho, na saúde e em todas as suas formas, precarizaremos a vida, pois trabalho sem criatividade e autonomia, e voltado só para o lucro e o consumo, nos fará escravos subservientes da perversa lógica do capital. Reinventar o modo e os objetivos para o trabalho poderia nos propiciar outras perspectivas que sejam mais emancipatórias.

E com estes temas organizamos CONFERÊNCIAS LIVRES que produziram o seguinte MANIFESTO:

Os congressistas do 14º Congresso Paulista de Saúde Pública apelam a si mesmos e à sociedade brasileira na busca de uma pauta comum e pontes de solidariedade que unifiquem forças que defendam a priorização da democracia radical e dos direitos sociais na atualidade e para sempre, e não o mercado ávido por lucros e desinteressado na vida como valor ético político primeiro.

Neste sentido:

1. Nunca cessem sua indignação quando a democracia e os direitos sociais garantidos pela constituição de 1988 estiverem sendo ameaçados.

2. Somente a indignação não é suficiente para resistirmos aos ataques que sofrem a democracia e os direitos sociais no Brasil. Formas explícitas de resistência precisam estar associadas à produção de novas gramáticas e narrativas que ativem uma concertação social majoritária convicta da necessidade de uma democracia radical sustentada por direitos sociais que propiciem justiça social e condições de vida dignas.

3. A construção de outras gramáticas e narrativas passa pela democratização profunda das mídias no Brasil, não no seu foco de conteúdo, mas na sua cartelização e monopolização dos meios por poucas famílias.

4. Resistir e construir formas de luta para demonstrar que a dívida pública brasileira não é intocável, e que sua desconstrução e auditoria estariam na raiz de um ajuste fiscal mais justo, bem como uma reforma tributária que realmente progressiva, faça com que aqueles que ganhem mais paguem mais, com foco principal no lucro das empresas.

5. Explicitarmos e desocultarmos todas as formas injustas de desigualdades sociais e econômicas na sociedade brasileira do século XXI, demonstrando os danos para a vida dos brasileiros, impedindo a naturalização crescente destas desigualdades.

6. Há um acirramento da luta de classes no Brasil do século XXI e a luta pela desmercantilização do SUS e da sociedade não passa apenas por soluções setoriais.

7. O SUS é uma conquista civilizatória do povo brasileiro, mas que clama por uma crítica radical em não prover, muitas vezes, a adequada experiência material concreta para atender a muitas necessidades vitais prementes.

8. Os Conselhos de Saúde no âmbito do SUS precisam ser reconhecidos como ativos muito importantes, mas carecem de re-significação no diálogo mais potente com coletivos e movimentos sociais.

9. Retomarmos ação estratégica no trabalho de base para construção de pautas singulares e pontes de solidariedade com as necessidades cotidianas vitais das populações periféricas e excluídas.

10. Concatenarmos ação política firme e concentrada baseada em fatos sólidos para mostrar a ilusão, ao longo da vida, de possuir planos privados de saúde.

11. Desenvolvermos formação e capacitação para o tensionamento político da ideologia das patentes e da propriedade intelectual principalmente dos fármacos e da nossa fitoterapia.

12. Intensificar a pesquisa e a luta política na busca de evidências para desocultar e visibilizar nexos causais entre processos de trabalho e doença, sofrimento e morte, fortalecendo e sensibilizando os trabalhadores do SUS para a importância de notificar adoecimento, sofrimento e morte relacionados ao trabalho.

13. Terceirizar é precarizar o trabalho, pois o implícito é aumentar a lucratividade das empresas, criando mais adoecimento, sofrimento e morte em detrimento de processos de trabalho mais criativos e menos alienados.

14. Convocarmos a todos os trabalhadores e usuários para ocupar o cotidiano do trabalho em saúde como sujeitos políticos, comprometidos com a transformação em ação radical das narrativas imobilizadoras e ideológicas que aspiram construir um imaginário de impossibilidade da eficácia social do público na saúde.

Prêmio Gílson Carvalho: Veja lista de trabalhos premiados no 14 CPSP

08 out
by apsp, posted in Notícias   |  No Comments

Dos mais de 800 trabalhos aprovados no 14º Congresso Paulista de Saúde Pública, 15 foram laureados com o Prêmio Gílson Carvalho.

Veja a lista.

PROFISSIONAL-REDE: TECENDO O CUIDADO EM SAÚDE Lucio Costa Girotto / Girotto, L.C. / UNIFESP Baixada Santista; Maycon Félix Lozano / Lozano, M.F. / Universidade Federal de São Paulo- UNIFESP campus Baixada Santista; Caio Vinícius Infante de Melo / Melo, C.V.I. / Universidade Federal de São Paulo- UNIFESP campus Baixada Santista; Rosilda Mendes / Mendes, R. / Universidade Federal de São Paulo- UNIFESP campus Baixada Santista
AUTOPERCEPÇÃO DA SAÚDE E SOBRECARGA DE IDOSOS CUIDADORES DE IDOSOS QUE RESIDEM COM CRIANÇAS Nathalia Alves de Oliveira / OLIVEIRA, N. A / Universidade Federal de São Carlos; Érica Nestor Souza / SOUZA, E. N / Universidade Federal de São Carlos; Aline Cristina Martins Gratão / GRATÃO, A.C.M / Universidade Federal de São Carlos; Tiago da Silva Alexandre / ALEXANDRE, T. S / Universidade Federal de São Carlos; Gabriela Dutra Gesualdo / GESUALDO, G. D / Universidade Federal de São Carlos; Daniela Dalpubel / DALPUBEL, D. / Universidade Federal de São Carlos; Giselle Dupas / DUPAS, G. / Universidade Federal de São Carlos; Bruna Moretti Luchesi / LUCHESI, B. M. / Universidade de São Paulo; Keika Inouye / INOUYE, K. / Universidade Federal de São Carlos; Sofia Cristina Iost Pavarini / PAVARINI, S. C. I. / Universidade Federal de São Carlos
A SAÚDE NO CONTEXTO DA CRISE DO CAPITALISMO CONTEMPORÂNEO Luci Maria Teston / Teston, L.M. / FSP-USP; Áquilas Nogueira Mendes / Mendes, A.N. / FSP-USP
A GESTÃO E A CLÍNICA NO CAPS III: OUTRA ENFERMAGEM É POSSÍVEL? Nara Fabiana Mariano / Mariano, N.F. / UNICAMP
O PAPEL FORMATIVO DO PROCESSO DE SELEÇÃO EM PROGRAMAS DE PÓS GRADUAÇÃO Bárbara Grazielle Ramos / Ramos, B. G. / Coletivo Viramente
MAPEAMENTO DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER EM UM MUNICÍPIO DO INTERIOR PAULISTA Andrea Silveira Machado Pierine / Pierine, A.S.M / Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva – FMB/UNESP de Botucatu; Dinair Ferreira Machado / Machado, D.F / Departamento de Saúde Pública – FMB/UNESP de Botucatu; Margareth Aparecida Santini de Almeida / Almeida, M.A.S / Departamento de Saúde Pública – FMB/UNESP de Botucatu.; Elen Rose Lodeiro Castanheira / Castanheira, E.R.L / Departamento de Saúde Pública – FMB/UNESP de Botucatu
O RETORNO LABORAL COM LIMITAÇÕES: ANÁLISE DE DADOS DE SERVIDORES PÚBLICOS DE CÂMPUS UNIVERSITARIO DO INTERIOR DO ESTADO DE SÃO PAULO Guilherme Andriolli / Andriolli, G. / Faculdade de Medicina de Botucatu – UNESP, Departamento de Saúde Pública; Miriam Malacize Fantazia / Fantazia, M. M. / Faculdade de Medicina de Botucatu – UNESP, Departamento de Saúde Pública; Adriano Dias / Dias, A. / Faculdade de Medicina de Botucatu – UNESP, Departamento de Saúde Pública
GRUPO DE OUVIDORES DE VOZES: RELATO DE EXPERIÊNCIA DE RECOVERY Eduardo Augusto Leão / Leão, E. A. / USP; Marcus Vinicius Santos / Santos, M. V. / USP; Clarissa Mendonça Corradi-Webster / Corradi-Webster, C. M. / USP
CONVERSA DE BOTECO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE EDUCAÇÃO EM SAÚDE Diana Carla Romano / Romano, D.C. / Secretaria Municipal de Saúde de São Carlos; Luciana Rodrigues Placeres Araujo / Araujo, L.R.P / Secretaria Municipal de Saúde de São Carlos; Luize Maximo e Melo / Melo, L.M. / UFSCar; Thalita Hellen de Faria / Faria, T.H. / UFSCar; Ana Carolinne Portela Rocha / Rocha, A.C.P. / UFSCar; Luciana da Costa Oliveira / Oliveira, L.C. / UFSCar; Daiana Ferraz / Ferraz, D. / UFSCar; Márcia Regina Cangiani Fabbro / Fabbro, M.R.C. / UFSCar; Conrado Augusto Ferreira de Oliveira / Oliveira, C.A.F. / UFSCar
INQUÉRITO DE HIV E SIFILIS NA POPULAÇÃO FEMININA DO SISTEMA PRISIONAL DO ESTADO DE SÃO PAULO Tânia Regina Corrêa de Souza / Souza, T.R.C. / Programa Estadual de DST/Aids de São Paulo; Samantha Moreira Lamastro / Lamastro, S. M / Programa Estadual de DST/Aids de São Paulo; Maria Aparecida Silva / Silva, M. A. / Programa Estadual de DST/Aids de São Paulo; Marcia Terezinha Fernandes dos Santos / Santos, M.T.F. / Programa Estadual de DST/Aids de São Paulo; Luiza H. Matida / Matida, L.H / Programa Estadual de DST/Aids de São Paulo; Alberto Novaes Ramos Junior / Junior, A.N.R. / Programa Estadual de DST/Aids de São Paulo; Wedja Sparinger / Sparinger, W. / Programa Estadual de DST/Aids de São Paulo; Maria Cristina T. Lattari / Lattari, M.C.T. / Secretaria da Administração Penitenciária; Anna Luiza Placco / Placco, A.L. / Programa Estadual de DST/Aids de São Paulo
PARE DE FUMAR FUMANDO: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA EM GRUPO NA ATENÇÃO BÁSICA-PRIMÁRIA EM CAMPINAS/SP Mariana Rossi Avelar / Avelar, M. R. / Prefeitura Municipal de Campinas – Centro de Saúde Jd. Ipaussurama; Rafaela de Oliveira Lisboa / Lisboa, R. O. / Prefeitura Municipal de Campinas – Centro de Saúde Jd. Ipaussurama; Vanderléia Pereira Silva dos Santos / Santos, V.P.S. / Prefeitura Municipal de Campinas – Centro de Saúde Jd. Ipaussurama; Ana Aparecida Brigatti de Paula / Paula, A.A.B. / Prefeitura Municipal de Campinas – Centro de Saúde Jd. Ipaussurama
O E-SUS COMO ANALISADOR DO PROCESSO DE TRABALHO DE UMA EQUIPE DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA Amanda Mendes Silva Cintra / Cintra, A. M. S. / Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto EERP- USP; Luana Pinho de Mesquita / Mesquita, L. P. / Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto EERP-USP; Silvia Matumoto / Matumoto, S. / Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto EERP- USP; Cinira Magali Fortuna / Fortuna, C. M. / Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto EERP- USP; Silvana Martins Mishima / Mishima, S. M. / Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto EERP- USP; Maria José Bistafa Pereira / Pereira, M. J, B. / Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto EERP- USP
PROCESSOS MICRORREGULATÓRIOS EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE E A PRODUÇÃO DO CUIDADO Lissandra Andion de Oliveira / Oliveira, L.A. / UNIFESP; Luiz Carlos de Oliveira Cecílio / Cecilio, L.C.O. / UNIFESP
ALIMENTAÇÃO, SOBERANIA POPULAR E MOVIMENTOS SOCIAIS NO ÂMBITO DA COOPERAÇÃO BRASIL E MOÇAMBIQUE – NOTAS DE PESQUISA André Luzzi de Campos / CAMPOS, André Luzzi. / Faculdade de Saúde Pública – USP
RESUMO DESCRITIVO DO VÍDEO: REVELAÇÃO DIAGNÓSTICA DO HIV – A ARTE DE COMUNICAR MÁS NOTÍCIAS Tânia Regina Corrêa de Souza / Souza, T.R.C. / Programa Estadual de DST/Aids de São Paulo; Karina Wolfenbutel / Wolfenbutel, K. / Programa Estadual de DST/Aids de São Paulo; Marcia T. Fernandes dos Santos / Santos, M.T.F. / Programa Estadual de DST/Aids Sã Paulo

 

TV APSP: reportagem das atividades pré-congresso e abertura oficial do 14 CPSP

08 out
by apsp, posted in Notícias   |  No Comments

Veja reportagem da TV APSP das atividades pré-congresso e da abertura do 14º Congresso Paulista de Saúde Pública.

 

Veja fotos do 14º Congresso Paulista de Saúde Pública

02 out
by apsp, posted in Notícias   |  No Comments

O 14º Congresso Paulista de Saúde Pública, realizado pela APSP e pela UFSCar, aconteceu entre os dias 26 e 30 de setembro de 2015, em São Carlos (SP)>

APSP em defesa do SUS

25 set
by apsp, posted in Notícias   |  No Comments

APSP em defesa do SUS!

A APSP se soma a várias entidades em defesa de um sistema de saúde para todos os brasileiros com acesso e qualidade e manifesta sua indignação quanto à forma com que o Ministério da Saúde tem sido negociado nesse momento. O Ministério da Saúde, até então liderado por um sanitarista alinhado ao projeto de construção do SUS, é estratégico para a efetivação do sistema como política de estado, patrimônio nacional da sociedade brasileira.

Saúde não é mercadoria, é direito social em uma sociedade civilizada! O SUS enfrenta um subfinanciamento asfixiante que o coloca em permanente risco, além da segmentação público-privada. As disputas e interesses individuais que teimam em tomá-lo de assalto podem deixar muitos de nós descobertos em um momento que mais precisamos da garantia de nossos direitos de cidadania. Devemos ficar atentos e alertas para manter as políticas de proteção social tão duramente conquistadas pela sociedade brasileira.

Precisamos manter o projeto político da reforma sanitária e do SUS vivo!  O projeto de um Sistema Universal de Saúde no Brasil no qual todos nós acreditamos e dependemos está em permanente processo de disputa e depende de arranjos necessariamente republicanos e democráticos.

Convidamos a todos para fazer de nosso 14º Congresso Paulista de Saúde Pública um importante espaço de resistência política e de fortalecimento da militância sanitária em nosso país. Contribuir com o debate do público na saúde pública!  Discutir saúde e poder e o restabelecimento do pacto social em defesa do SUS! Manter o projeto político da reforma sanitária e do SUS vivo! Desmercantilizar o SUS!

O SUS precisa de todos nós, de nossa resistência, energia, reflexão e luta política para continuar produzindo vida e saúde à população brasileira e poder melhorar cada dia mais.

Viva a APSP viva!

APSP em defesa do SUS!

Diretoria e Conselho Deliberativo

Outras entidades também se manifestaram contra a reforma ministerial, entre elas o Conselho Nacional de Saúde, o Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo (Cosems/SP), o Setorial Nacional de Saúde do PT, Rede Unida, Articulação Nacional de Luta Contra a Aids (Anaids) , Abrasco e Cebes e Conselho dos Secretários Municipais de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (Cosems/RJ).

O SUS não é de nenhum governo, é do povo brasileiro

Marília Louvison convida para o 14º Congresso Paulista de Saúde Pública

15 set
by apsp, posted in Notícias   |  No Comments

Marília Louvison (FSP USP e presidente da APSP) fala do lema e dos eixos do 14º Congresso Paulista de Saúde Pública, que acontece entre os dias 26 e 30 de setembro, em São Carlos. Todas as informações do evento estão aqui: http://www.14congressoapsp.com.br/

Marco Akerman convida para o 14º Congresso Paulista de Saúde Pública

15 set
by apsp, posted in Notícias   |  No Comments

Marco Akerman (FSP USP e APSP) fala sobre o lema e os eixos do 14º Congresso Paulista de Saúde Pública, que acontece na UFSCar, em São Carlos, de 26 a 30 de setembro.

Ainda não fez sua inscrição? http://www.14congressoapsp.com.br/

Reta final para o 14 CPSP: reunião em São Carlos

08 set
by apsp, posted in Notícias   |  No Comments

Na reta final para o 14º Congresso Paulista de Saúde Pública, reunião hoje em São Carlos reuniu Marília Louvison (FSP USP), presidente da APSP, Giovanni Aciole (UFSCar), da comissão local, Paulo Altomani, prefeito da cidade, Marcus Petrilli, secretário municipal de saúde e Stênio Miranda, secretário municipal de saúde de Ribeirão Preto e presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo (Cosems/SP).

O 14º Congresso Paulista de Saúde Pública acontece de 26 a 30 de setembro, na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em São Carlos, e tem como tema “Saúde e Poder: reconectando cidadãos e trabalhadores ao SUS”. Mais informações no site do evento: http://www.14congressoapsp.com.br/

reunião congresso em são carlosreunião congresso em são carlos 1

reunião congresso em são carlos 2

 

Página 1 de 212