Concurso Fiocruz 2014: retificação de edital amplia participação

Fonte: Informe ENSP

Dúvida mais frequente entre os candidatos inscritos no concurso da Fiocruz, a definição do pré-requisito profissional sofreu uma adequação que permitiu ampliar o enquadramento de determinadas categorias profissionais em perfis oferecidos nos quadro de vagas. (Veja retificação na página www.domcintra.org.br). Um exemplo é a inclusão da profissão de médico veterinário na área de ciências da saúde. A Comissão de Concurso buscou na Resolução nº 218, de março de 1997, do Conselho Nacional de Saúde, o reconhecimento desta categoria como integrante da área mencionada. As inscrições terminam nesta quinta-feira (6/3).

Além da Resolução, outro instrumento utilizado pela Fiocruz para definir as áreas de atuação e seus pré-requisitos foi a Tabela de área de Conhecimentos, editada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
A tabela é dividida em nove grandes áreas: Ciências Exatas e da Terra, Ciências Biológicas, Engenharias, Ciências da Saúde, Ciências Agrárias, Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Humanas, Linguística, Letras e Artes e Outras Áreas. Cada grande área é subdividida em áreas e subáreas.
O Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia, editado pelo Ministério da Educação/MEC, também é um instrumento que organiza e orienta a oferta de cursos superiores de tecnologia, inspirado nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação rofissional de Nível Tecnológico.
A formulação dos pré-requisitos para o cargo de Técnico em Saúde Pública (edital 01) seguiu ao disposto no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos.
O catálogo lista as denominações a serem utilizadas nacionalmente para os cursos técnicos brasileiros e as denominações anteriormente empregadas no país.