CONVITE AOS MÉDICOS SANITARISTAS

Como todos sabem, a Lei Complementar 1193/2013 (Lei da Carreira de Médico) extinguiu a categoria de Médico Sanitarista dos quadros da Secretaria de Estado da Saúde. Quem buscar o Comprovante de Pagamento pela Internet verá que estamos hoje enquadrados no cargo de Médico I e que até mesmo a denominação original do cargo que até agora ocupávamos desapareceu: estivemos pertencendo, desde o início dos anos que antecederam a referida lei, à gloriosa categoria dos ocupantes de “Cargo não Cadastrado”!

Como se não bastasse, a lei nos honra com diversos outros privilégios: o próprio enquadramento no nível inicial da nova “carreira”, apesar de décadas de trabalho; a consequente impossibilidade prática de evolução funcional, graças ao interstício obrigatório de 5 anos entre os níveis I e II da “carreira” e de 15 anos entre os níveis II e III; o confisco da incorporação de metade do Prêmio de Incentivo aos vencimentos no momento da aposentadoria, direito que estava assegurado até 1 dia antes da publicação da lei; a sonegação de anos de trabalho nas jornadas de 40 e de 30 horas para efeito dos cálculos dos proventos de aposentadoria; e outros benefícios menores.

Assim, um grupo de recém ingressados (à força) na categoria de “ex-sanitaristas”, contando com o apoio da Associação Paulista de Saúde Pública, sugeriu a realização de um “Barte Papo” na APSP para trocar ideias, recolher informações e definir diretrizes de ação visando, no mínimo – usando aqui uma terminologia já consagrada na nossa área – a redução de danos.

A reunião está marcada para o próximo dia 25 de maio, sábado, às 09:30 horas, na APSP (Rua Cardeal Arcoverde, 1749, cj. 78, Bloco B – Pinheiros – São Paulo). Além dos assuntos quentes já mencionados, vão rolar muitos reencontros e boas lembranças!

Segue anexa lista com os nomes de todos os formados pelo insuperável curso curto de Saúde Pública. Procurem os nomes de colegas e avisem aqueles com os quais tiverem contato.

 

Abraços e até lá!

 

 

Comissão de Organização dos Médicos Sanitaristas, com o apoio sincero e a colaboração da APSP.