Nova edição da revista CSP disponível no portal da ENSP

Fonte: Informe ENSP

O volume 28, fascículo 9, da revista Cadernos de Saúde Pública já está disponível no portal da ENSP. O editorial discute o assunto do câncer de pulmão e as tendências atuais do tabagismo no Brasil. Os artigos de pesquisa abordam saúde da criança e do adolescente, serviços de saúde, violência, neoplasias, drogas ilícitas, doenças transmissíveis, entre outros temas. A revista também convoca pesquisadores para enviarem trabalhos a serem publicados em um suplemento temático sobre avaliação de tecnologias em saúde no Brasil. Entre os editores convidados desse suplemento está a pesquisadora da Escola Cláudia Osório.

 

A participação de autores da ENSP neste novo volume começa no artigo Fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito e hemoglobinopatias: questões de saúde pública para um programa de triagem neonatal brasileiro, de Judy Botler, Luiz Antonio Bastos Camacho e Marly Marques da Cruz. O estudo analisa a frequência de detecção do hipotireoidismo congênito, fenilcetonúria e hemoglobinopatias no Programa de Triagem Neonatal do Estado do Rio de Janeiro, entre 2005 e 2007. Entre os resultados obtidos, os pesquisadores ressaltam que “as diferenças nos métodos laboratoriais e valores críticos, além de outras questões programáticas, podem explicar a variabilidade nos resultados e limitar a análise do papel dos determinantes biológicos e ambientais sobre a ocorrência das doenças”.

 

Em O que os cartões de pré-natal das gestantes revelam sobre a assistência nos serviços do SUS da Região Metropolitana da Grande Vitória, Espírito Santo, Brasil?, Silvana Granado e Maria do Carmo Leal (ENSP), acompanhadas de Edson Theodoro dos Santos Neto, Adauto Emmerich Oliveira e Eliana Zandonade, todos da Universidade Federal do Espírito Santo, avaliam a completude de informações sobre assistência pré-natal nos cartões de gestantes, segundo a cobertura do serviço de saúde pública: Estratégia Saúde da Família (ESF), Programa Agentes Comunitários de Saúde (PACS) e unidade básica de saúde (UBS) tradicional, na Região Metropolitana da Grande Vitória, no Espírito Santo. Um estudo seccional selecionou aleatoriamente 1.006 cartões de puérperas em maternidades da região escolhida para a pesquisa. Os autores concluíram que a qualidade da assistência pré-natal no SUS da região mencionada encontra-se distante das políticas nacionais de saúde materno-infantil.

 

Confiabilidade teste-reteste de escalas de silhuetas de autoimagem corporal no Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto apresenta Dora Chor (ENSP), em parceria com Rosane Härter Griep (IOC/Fiocruz), Idalina Shiraishi Kakeshita (Faculdades da Fundação de Ensino de Mococa), Maria Angélica Antunes Nunes (UFRS) e Estela M. L. Aquino e Andrea Lizabeth Costa Gomes, ambas da UFBA, em um trabalho que aplicou a escala de figuras de silhuetas para avaliar a imagem corporal em duas oportunidades, com intervalos de 7 a 14 dias, em 281 participantes do Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (Elsa-Brasil). Como os participantes veem seu tamanho corporal atual e qual o tamanho corporal que gostariam de ter são questões apresentadas pelo estudo. O Elsa-Brasil está sendo conduzido em seis instituições públicas federais, com 15 mil voluntários entre 35 e 74 anos, e deve durar pelo menos dez anos. Na Fiocruz, cerca de 2 mil servidores fazem parte desta etapa do estudo.

 

No estudo que resultou no trabalho Adaptação transcultural do instrumento Tilburg Frailty Indicator (TFI) para a população brasileira, de Lívia Maria Santiago, Laércio Lima Luz e Inês Echenique Mattos (ENSP) e Robbert J. J. Gobbens (Rotterdam University of Applied Sciences), os autores buscaram adaptar para a população brasileira oTilburg Frailty Indicator (TFI), um instrumento utilizado para a avaliação da fragilidade em idosos. Foram realizadas análises das equivalências conceitual, de itens e semântica, além do pré-teste da versão-síntese do instrumento. Os resultados sugerem que a versão do TFI para a cultura brasileira pode representar uma ferramenta útil na avaliação da saúde dos idosos do país.

 

Na resenha Gestão em saúde, Creuza da Silva Azevedo (ENSP) ressalta a importância do livro Gestão e saúde, de Gonzalo Vecina Neto e Ana Maria Malik, por reunir o debate de um conjunto extenso de temas no âmbito da gestão de sistemas e serviços de saúde. O livro é considerado uma referência para alunos e estudiosos da área.

 

A íntegra do volume 28, fascículo 9, da revista Cadernos de Saúde Pública pode ser acessada aqui.

 

Chamada de artigos para o suplemento temático sobre avaliação de tecnologias em saúde no Brasil

 

Submissões até: 15 de janeiro de 2013

 

A avaliação de tecnologias em saúde (ATS) é um processo de investigação das consequências clínicas, econômicas e sociais da utilização das tecnologias em saúde. Entendem-se como tecnologias em saúde: os medicamentos, equipamentos e procedimentos técnicos, sistemas organizacionais, educacionais, de informação e de suporte e os programas e protocolos assistenciais, por meio dos quais a atenção e os cuidados com a saúde são prestados à população.

 

CSP está organizando um suplemento dedicado a esse tema com foco na produção nacional. O suplemento contemplará artigos originais – trabalhos empíricos e de metodologia – sobre processos de avaliação, incorporação e gestão de tecnologias na área da saúde, de caráter inovador ou crítico para o desenvolvimento de pesquisas na área.

 

Os manuscritos poderão ser submetidos em português, inglês e espanhol, porém serão publicados na versão em inglês.

 

Editores convidados:

Claudia Garcia Serpa Osorio de Castro (ENSP/Fiocruz)

Rosangela Caetano (IMS/Uerj)

Carisi Anne Polanczyk (IATS/UFRGS)

 

O suplemento tem previsão de publicação no segundo semestre de 2013.

 

Preveem-se 12 artigos originais e de base metodológica sobre ATS. Será dada preferência a artigos produzidos por pesquisadores e instituições brasileiras com potencial impacto no sistema de saúde no Brasil. Os pesquisadores interessados poderão informar-se quanto às instruções para autores na página de Internet de CSP e submeter o manuscrito informando no item “TEMÁTICO”, o código tem1208081.

 

Os artigos serão avaliados pelo conselho editorial de CSP, por meio do processo de peer review.