Seminário Estadual Água e Saúde: Dia 26/09 na FSP/USP

SEMINÁRIO ESTADUAL ÁGUA E SAÚDE

“Eventos de massa e qualidade da água para consumo humano”

A água é elemento condicionante e determinante da saúde, motivo pelo qual está sujeita a ações de vigilância inscritas no Sistema Único de Saúde (SUS).

No Estado de São Paulo, o olhar do setor Saúde para a preservação dos mananciais e para a garantia da potabilidade da água consumida pela população data dos primórdios da legislação sanitária, ainda no século XIX.

No entanto, só mais recentemente, no início da década de 1990, as ações relativas ao tema foram de fato organizadas e sistematizadas por meio do Programa de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Próagua), cujo escopo se referencia tanto nas diretrizes nacionais, estabelecidas pelo Ministério da Saúde, como nas especificidades do contexto Estadual.

Vigiar a qualidade da água produzida para fins de abastecimento da população paulista implica um conjunto sistematizado de ações do poder público que requer particular atenção às complexidades inerentes a um território extremamente urbanizado e industrializado, onde vivem 42 milhões de consumidores desse bem essencial à saúde.

Neste cenário complexo, de intensas pressões antrópicas sobre os mananciais, é essencial que as práticas de vigilância da qualidade da água estejam alinhadas com os princípios da descentralização e da publicidade das ações, da articulação interinstitucional e da participação da sociedade.

Os Seminários Água e Saúde, iniciativa conjunta do Centro de Vigilância Sanitária e da faculdade de Saúde Pública da Universidade São Paulo (USP), consolidam-se como fórum de excelência em São Paulo para divulgar e promover o debate relativo aos avanços e desafios que a sociedade obteve ou enfrenta no tocante à água que consome.

Nesta terceira edição do Seminário, a intenção é abordar a vigilância da qualidade da água na perspectiva dos grandes acontecimentos públicos – os eventos de massa –, que se prenunciam no contexto de uma nação e de um estado cada vez mais inseridos nas lógicas sociais e econômicas do que se convencionou chamar globalização,entendida aqui, em suma, como uma radicalização das relações comerciais e afetivas entre os povos, implicando intensos movimentos transfronteiriços de mercadorias, ideias e pessoas.

Em eventos de massa, como a Jornada Mundial da Juventude 2013 ou a Copa 2014, – que tendem a concentrar populações em tempos e espaços restritos, a intensificar fluxos de pessoas e a pressionar sistemas e infraestruturas – alguns fatores ambientais de risco à saúde, em especial o consumo humano de água não potável, adquirem maior relevância social e econômica, conferindo magnitude aos riscos sanitários e exigindo estratégias de mobilização, prontidão e ações coordenadas para respostas efetivas por parte dos serviços de regulação.

Tais eventos exigem do setor saúde estratégias específicas de regulação de riscos sanitários, que contemplam análise criteriosa de cenários, mobilização, resposta rápida e ampla articulação interinstitucional. Deste modo, o Seminário se propõe a apresentar e discutir algumas iniciativas para melhor estruturar ações de controle do risco sanitário relativo à água para consumo humano, de maneira a garantir segurança ao público durante os eventos e propiciar algum legado à população em geral.

 Estejam todos convidados a participar desta iniciativa voltada ao tema da água e de suas relações com a saúde, a qual, juntamente com os seminários Áreas Contaminadas e Saúde e Hospitais Saudáveis, compõem o ciclo anual de eventos organizados pelo Centro de Vigilância Sanitária e parceiros para debater temas de extrema relevância para a qualidade de vida e saúde da população paulista.

 

DATA

26 de Setembro de 2013

LOCAL

Anfiteatro João Yunes da Faculdade de Saúde Pública da USP

Avenida Dr. Arnaldo 715- Cerqueira César – São Paulo – SP

PARTICIPANTES

Profissionais das diferentes esferas do Sistema Único de Saúde e dos órgãos de Meio Ambiente, de Saneamento e de Recursos Hídricos, estudantes e pesquisadores das universidades, representantes da sociedade civil, além de especialistas de outras instituições públicas e privadas que tenham interface com o tema.

PROGRAMAÇÃO

26 DE SETEMBRO

9h00 ÀS 9h30

ABERTURA

Secretaria de Estado da Saúde

Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo

9h30 às 12h00

PRIMEIRO PAINEL

Coordenação

 Adelaide Cássia Nardocci

Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo

Eventos de massa e saúde no Estado de São Paulo

Benedicto Accacio Borges Neto – Coordenadoria de Regiões de Saúde – CRS/SES-SP

Prevenção de riscos sanitários em contextos de demanda alterada por água

Luís Sérgio Ozório Valentim – Centro de Vigilância Sanitária

Planos de Segurança da água

Rafael Kopschitz Xavier Bastos – Universidade Federal de Viçosa-MG

Vigilância da qualidade da água na visita do Papa Francisco em Aparecida

Antonio Cláudio Freire Guimarães – Subgrupo Regional de Vigilância Sanitária de Guaratinguetá

Vigilância da qualidade da água e eventos de massa no município de São Paulo

VeraLucia Anacleto Cardoso Allegro- Coordenação de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo – COVISA

12h00 às 12h30

DEBATE

12h30 às 14h00

ALMOÇO

14h00 às 16h00

SEGUNDO PAINEL

Coordenação

Adriana Rodrigues Cabral

Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde

Informação de qualidade da água para pronta vigilância em eventos de massa

Rubens José Mário Júnior – Centro de Vigilância Sanitária

Padrão de qualidade de água de reuso para aplicação no meio urbano

Eduardo Mazzolenis de Oliveira – Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental

Ações integradas de Vigilância Sanitária e Regulação de Serviços de Saneamento

no Estado de São Paulo

Alberto Bovo – Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo – Arsesp

Ações integradas de Vigilância Sanitária e Regulação de Serviços de Saneamento

na região de Piracicaba

Carlos Roberto Belani Gravina – Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí – ARES-PCJ

16h00 às 16h30

DEBATE

Anuidade 2018

Prezadxs Associadxs,

Realize aqui o pagamento da anuidade APSP-2018, bastando clicar no link abaixo conforme o seu tipo de inscrição.
No site do Pagseguro você poderá optar pelo pagamento em cartão de crédito/débito ou boleto bancário

Sócio estudantes de Graduação – R$ 75,00 (Setenta e Cinco Reais)
https://pag.ae/bkyLMJf

Sócio efetivo (Trabalhadores e Pós-graduação) – R$ 150,00 (Cento e Cinquenta Reais)
https://pag.ae/blyLMT6

O pagamento poderá ser feito via depósito bancário na conta da Associação Paulista de Saúde Pública:

Banco do Brasil, agência 6806-3, conta corrente 3108-9. CNPJ 51.717.445/0001-28.

Favor enviar o comprovante do depósito para financeiro@apsp.org.br

Demais Duvidas:
https://apsp.org.br/associe-se
https://apsp.org.br/anuidade2018
https://apsp.org.br/contato